O CAMINHO DE SANTIAGO

Quer fazer o Caminho de Santiago? A nossa agência de viagens do Caminho de Santiago está aqui para ajudar! O Caminho de Santiago é uma das rotas de peregrinação mais antigas e populares do mundo. Caminhar o Caminho é uma experiência única que não vai querer perder! Oferecemos pacotes de viagem personalizados para que possa fazer o Caminho de Santiago com tudo aquilo de que necessita. Contacte-nos hoje para saber mais!

ROTAS PRINCIPAIS DO CAMINHO DE SANTIAGO

CAMINHO FRANCÊS

A história do Caminho Francês remonta ao ano de 1135, quando apareceu pela primeira vez a informação sobre a rota no Códice Calixtino. Este documento continha as distâncias que separavam a tumba do Apóstolo Santiago das principais cidades da Europa. Ao longo dos séculos, o Caminho de Santiago converteu-se na rota mais transitada da Europa graças à influência da cultura cristã. Cada vez mais peregrinos tentavam chegar à tumba de Santiago de Compostela, o que deu muita relevância à rota e a converteu numa das mais reconhecidas do mundo.

Atualmente, o Caminho Francês é a rota mais popular entre os peregrinos, uma vez que conta com um percurso de 760 km aproximadamente, dividido em 31 etapas. A rota começa em Saint-Jean-Pied-de-Port e atravessa o norte da península ibérica. Devido à sua grande popularidade, o Caminho Francês está muito bem acondicionado e dispõe de todos os serviços necessários para atender os caminheiros.

CAMINHO PORTUGUÊS

O Caminho Português é uma das rotas mais populares do Caminho de Santiago. Partindo de Lisboa, o Caminho Português atravessa o país até chegar à Galiza, no norte de Espanha, onde se liga ao Caminho Francês.

O Caminho Português é uma rota de peregrinação que tem uma longa história. Acredita-se que o primeiro peregrino a seguir este caminho foi o arcebispo de Braga, Paio Mendes, no século XI. A partir de então, o Caminho Português foi-se tornando cada vez mais popular e muitos peregrinos seguiam-nos para chegar a Santiago de Compostela.

No século XIII, o Caminho Português converteu-se no caminho mais popular para os peregrinos advindos de Portugal. Este deveu-se, em parte, ao facto de o Rei Afonso III de Portugal ter ordenado que se construíssem hospitais e albergues para os peregrinos nas cidades de Lisboa e do Porto.

Ao longo dos séculos, o Caminho Português foi testemunha de muitos eventos históricos. Durante a Guerra da Independência Espanhola, o Caminho Português foi uma das rotas utilizadas pelos soldados portugueses para chegar à Galiza. Também foi utilizado por muitos refugiados durante a Segunda Guerra Mundial.

Atualmente, o Caminho Português continua a ser uma das rotas de peregrinação mais populares. A cada ano, milhares de peregrinos percorrem este caminho procurando a paz e a espiritualidade que este caminho pode oferecer.

CAMINHO PRIMITIVO

O Caminho Primitivo é uma das rotas mais antigas de Espanha e acredita-se que foi o primeiro caminho utilizado pelos peregrinos para chegar a Santiago de Compostela. A rota começa em Oviedo, no norte de Espanha, e atravessa as montanhas dos Picos de Europa antes de chegar a Santiago.

O Caminho Primitivo foi redescoberto no século XX pelo arqueólogo espanhol Celestino Mutis que escavou a rota e encontrou restos de antigos peregrinos. Ainda que o Caminho Primitivo é a rota mais antiga, hoje em dia a menos transitada das rotas para Santiago. No entanto, isto está a mudar, uma vez que a cada ano, mais peregrinos decidem empreender esta viagem à terra de Santiago.

CAMINHO INGLÊS

O Caminho Inglês é uma das rotas de peregrinação a Santiago de Compostela no noroeste de Espanha. Tradicionalmente começa em Ferrol, na província de A Corunha, até chegar a Santiago.

O Caminho Inglês é uma das rotas de peregrinação mais concorridas de Espanha. Nos últimos anos, o número de peregrinos aumentou drasticamente e, em 2017, mais de 100 000 pessoas concluíram o Caminho.

O ponto de partida mais popular do Caminho Inglês é a cidade de Ferrol. Ferrol é uma importante cidade portuária da Galiza e tem uma longa história de peregrinação. Ferrol era o ponto de partida de muitos peregrinos que se dirigiam a Santiago por mar.

A última etapa da viagem leva os peregrinos a Santiago de Compostela, a capital da Galiza e o destino final do Caminho Inglês.

CAMINHO DE FISTERRA

Fisterra, em latim «finis terrae», tem uma história que remonta muito tempo antes de terem começado as peregrinações. Este local é onde, de acordo com alguns estudiosos, se encontrava a cidade de Dugium, com a mítica Atlântida, e onde assentou a tribo celta dos Nérios, procedentes do sul da península ibérica. A escolha desta zona não foi casual, uma vez que se acreditava que o cabo Fisterra era a última terra no mundo que eles conheciam. Assim começaram a construir inúmeros assentamentos e edifícios para prestar culto ao deus sol que surgia a cada dia novamente entre as águas do Oceano Atlântico.

Existia um importante altar e centro espiritual dedicado ao astro rei, o Ara Solis, templo ao qual se dirigiam tanto celtas como, mais tarde, romanos. Segundo contam as lendas, foi o próprio Apóstolo Santiago que mandou destruir este templo ao considerá-lo um culto pagão. Uma grande inundação derrubou finalmente o Ara Solis, perante a negação do povo, e arrasou com todo o povoado, salvando-se apenas os bois que conseguiram fugir do local. Ainda que a sua sorte durasse pouco, uma vez que mais tarde se transformariam em pedra, como castigo divino, criando as atuais ilhas de Bois de Gures.

Como pode ver, o único traçado que parte de Santiago não é uma invenção moderna como muitos podem pensar. Escavações recentes na ermita de São Guilherme demonstraram o seu estreito vínculo com o Apóstolo e com outras tradições e cultos muito mais antigos.

CAMINHO DO NORTE

O Caminho do Norte é uma das rotas do Caminho de Santiago que percorre o norte de Espanha. Trata-se de uma das rotas mais antigas e, portanto, das mais populares entre os peregrinos.

A rota começa no porto de Irún, na fronteira com França, e atravessa as províncias de Guipúzcoa, Vizcaya, Cantábria e Astúrias, até chegar a Santiago de Compostela.

O Caminho do Norte é uma rota muito variada que oferece uma experiência única aos peregrinos. Podem visitar-se cidades como San Sebastián, Bilbau ou Oviedo, e desfrutar das paisagens naturais da costa cantábrica e os Picos de Europa.

Ao longo da rota, o Caminho do Norte oferece aos peregrinos a oportunidade de visitar alguns dos mosteiros mais importantes de Espanha como, por exemplo, de Santo Domingo de Silos ou o de Santo Toribio de Liébana.

O Caminho do Norte é uma rota que se pode fazer em qualquer época do ano, ainda que os meses de verão sejam os mais populares entre os peregrinos.

CAMINHO DE INVERNO

O Caminho de Inverno é uma rota alternativa ao Caminho de Santiago que se encontra no norte de Espanha. Esta rota foi criada devido às duras condições climáticas que se apresentam durante o inverno no Caminho de Santiago, o que fazia com que a peregrinação fosse muito difícil e perigosa.

O Caminho de Inverno é uma rota mais segura e menos difícil de fazer durante o inverno.

Hoje em dia, o Caminho de Inverno perdeu o seu caráter sazonal e cada vez mais peregrinos o fazem durante todo o ano. Isto deve-se ao facto de o Caminho de Inverno oferecer muitas paisagens bonitas e tesouros patrimoniais. Recomenda-se especialmente fazer o Caminho de Inverno na primavera ou no verão para evitar a massificação do Caminho de Santiago.

CAMINHO DA PRATA

O Caminho da Prata ou a Via da Prata é um caminho antigo que atravessa a Península Ibérica de Sul e Norte. Esta antiga rota comercial foi utilizada pelos romanos para transportar mercadorias e tropas a partir da cidade de Gijón no norte de Espanha até à cidade de Mérida, no sul de Espanha.

Ao longo do caminho, existem inúmeras cidades e povoados que se encontram ao longo da rota. Estes incluem Leão, Zamora, Salamanca, Plasencia, Cáceres, Mérida e Sevilha.

O Caminho da Prata é um dos caminhos mais populares para os peregrinos que desejam percorrer a pé o caminho para Santiago de Compostela. A rota de um comprimento aproximado de 889 quilómetros e passa por algumas das paisagens mais belas de Espanha.

A maioria dos peregrinos que desejam percorrer o Caminho da Prata começam a sua viagem na cidade de Sevilha. A partir daí, passam por Cáceres, Plasencia, Zamora e depois dirigem-se à Galiza.

O Caminho da Prata é uma experiência única para os que desejam caminhar por uma das rotas mais antigas da Europa. É uma oportunidade para ver algumas das paisagens mais bonitas de Espanha e para conhecer outros peregrinos que estejam a realizar a mesma viagem.

CAMINHO SANABRÉS

A história do Caminho Sanabrés está estreitamente ligada à da Rota da Prata, uma das principais vias de comunicação da Península Ibérica. Este caminho, que liga o sul com Santiago de Compostela, foi utilizado pelos romanos e, posteriormente, pelos peregrinos cristãos.

O Caminho Sanabrés inicia-se na localidade zamorana de Granja de la Moreruela, onde se encontra o mosteiro da ordem cisterciense. Este local era conhecido como Santiago de Moreruela, prova do vínculo com o Caminho de Santiago.

Ao longo da história, este caminho foi utilizado por viajantes e comerciantes para aproveitar as calçadas que comunicavam diferentes pontos da Península Ibérica. Também se utilizaram como canhadas reais e rotas para mercadores de todo o país, destacando as conhecidas «veredas», rotas escolhidas pelos agricultores galegos para descer até Castela na época da colheita.

Perguntas frequentes do Caminho de Santiago

Onde se inicia o Caminho de Santiago?

O Caminho de Santiago é uma das rotas mais populares para os peregrinos que procuram uma aventura espiritual. Dependendo da rota selecionada, o Caminho de Santiago pode ter o seu ponto de início em diferentes locais. No entanto, a rota mais popular, o Caminho Francês, tem o seu ponto de início na pitoresca localidade francesa de Saint-Jean-Pied-de Port. Para chegar a Saint-Jean-Pied-de Port os peregrinos devem cruzar os Pirenéus, mas se quiserem poupar esse esforço, também podem começar em Roncesvalles. Desde Roncesvalles, a rota continua até Logroño, Burgos, Leão, Ponferrada, O Cebreiro, Sarria e Santiago de Compostela. Cada um destes lugares oferece aos peregrinos uma experiência única e o Caminho de Santiago é uma aventura que não será facilmente esquecida.

Qual é o Caminho de Santiago mais curto?

O Caminho de Santiago desde Sarria é uma das rotas mais curtas e também uma das mais simples de realizar. Pode terminá-la após caminhar apenas 5 dias a pé, pois consta de 114 quilómetros.

Qual é o Caminho de Santiago mais longo?

O Caminho Francês desde Saint-Jean-Pied-de-Port até Santiago é o caminho de Santiago mais longo, com um total de 743 quilómetros e 33 etapas. O segundo mais longo é o Caminho do Norte com 824 quilómetros e 18 etapas.

Que Caminho de Santiago é o mais difícil?

O Caminho do norte é, sem dúvida, aquele que tem as etapas mais difíceis devido à solidão da mesma, além das dificuldades do terreno.

Qual é o Caminho de Santiago mais fácil?

Existem muitas rotas que podem ser seguidas para chegar a Santiago de Compostela, mas a rota mais fácil e simples é a que parte de Sarria. Esta rota faz parte do Caminho de Santiago na sua etapa 29 e só tem 110 km de distância, pelo que é ideal para aqueles que não querem caminhar demasiado.

Ainda que o Caminho de Santiago seja uma rota muito popular, ainda existem muitos peregrinos que não a percorreram. Se está a pensar realizar o Caminho de Santiago, então a rota de Sarria é a ideal para si.

Qual é o Caminho de Santiago mais bonito?

O Caminho Francês é, sem dúvida, o Caminho de Santiago mais bonito. É uma rota impressionante que percorre 743 quilómetros em 33 etapas, com uma variedade de paisagens que é simplesmente espetacular. Todos os dias são uma nova etapa e cada uma é totalmente diferente da anterior, o que torna tudo muito emocionante.

Que rota do Caminho de Santiago vai pela costa?

O Caminho do Norte, também chamado de Caminho de Santiago da Costa, é uma rota que percorre as terras mais ocidentais de França e da Península Ibérica. É uma rota muito bonita e tranquila, perfeita para os amantes da natureza.

Quantos quilómetros se fazem no Caminho de Santiago?

Está a pensar fazer o Caminho de Santiago a pé? Se assim for, provavelmente está a perguntar-se quanto tempo se demora a fazer o caminho.

A verdade é que não há uma resposta fácil para esta pergunta, uma vez que tudo depende do seu nível de fitness, o ritmo que levar e o terreno pelo qual passar.

Se está a fazer o Caminho Francês completo, desde Saint-Jean-Pied-de-Port até Santiago de Compostela, pode esperar demorar entre 33 e 35 dias. Se está a fazer o Caminho desde Leão, pode esperar demorar 5 a 6 dias. Se está a fazer o Caminho desde Sarria, pode esperar demorar cerca de 6 dias.

Claro que também pode fazer o Caminho de bicicleta. Se está a fazer o Caminho Francês desde Roncesvalles pode esperar demorar entre 14 e 18 dias.

Em geral, recomenda-se que tenha um bom nível de fitness se vai fazer o Caminho a pé, uma vez que pode esperar caminhar entre 20 e 30 km por dia. No entanto, se vai de bicicleta, pode esperar percorrer entre 60 e 80 km por dia.

Assim pode ver que o tempo que se demora a fazer o Caminho de Santiago depende de muitos fatores. A única coisa que lhe posso dizer com certeza é que irá desfrutar de cada minuto do caminho, seja qual for a duração.

Quanto tempo se demora a fazer o Caminho de Santiago a partir de Sarria?

A rota desde Sarria pode ser concluída em aproximadamente 6 dias. Sarria marca o ponto de início do percurso mínimo para conseguir o Compostela, o diploma que certifica que fez o Caminho de Santiago.

Quantas etapas existem desde Sarria até Santiago?

A rota que começa em Sarria está a 114 quilómetros de Santiago. A caminhada divide-se em cinco etapas e cada uma delas é relativamente fácil de fazer num dia. Todas as etapas terminam em povoados grandes com todos os serviços necessários e existem muitos albergues e hostels onde se pode passar a noite.

Quanto se caminha por dia no Caminho de Santiago?

Está a pensar fazer o Caminho de Santiago a pé? Se assim for, então perguntar-se-á quanto tempo deverá caminhar por dia.

A recomendação geral é que caminhe 20-30 km em média por dia. No entanto, se quer obter o Compostela, ou o certificado oficial que acredita que caminhou pelo menos 100 km, então deverá ajustar a quilometragem aos dias que tiver disponíveis.

Em qualquer caso, caminhar o Caminho de Santiago é uma experiência única e inesquecível pelo que desfrute ao máximo!

Onde começar o Caminho de Santiago 6 dias?

Se dispõe de 6 dias pode iniciar a sua rota desde Sarria. A rota que começa em Sarria está a 114 quilómetros de Santiago. A caminhada divide-se em seis etapas e cada uma delas é relativamente fácil de fazer num dia. Todas as etapas terminam em povoados grandes com todos os serviços necessários e existem muitos albergues e hostels onde se pode passar a noite.

Qual é a melhor época do ano para fazer o Caminho de Santiago?

A primavera é a melhor época do ano para fazer o Caminho de Santiago? Os campos estarão verdes, a afluência de gente será média e as temperaturas serão ideais para caminhar. Se não for uma pessoa com alergias, o verão é a melhor época do ano para fazer o Caminho de Santiago. Haverá mais peregrinos, mas as temperaturas também serão mais altas.

Onde acaba o Caminho de Santiago?

O Caminho de Santiago é uma experiência única e inesquecível. Não é só uma forma de conexão com a história e com a cultura de Espanha, mas é também uma forma de se conectar consigo mesmo(a). O caminho termina em Santiago de Compostela, mas existe um epílogo que se conhece como «Prolongamento Jacobeo» ou Caminho de Fisterra.

Historicamente, os peregrinos chegavam a pé a partir de qualquer local até à Catedral de Santiago de Compostela, onde descansam os ossos do santo. O Caminho de Santiago é uma experiência única e inesquecível. Não é só uma forma de conexão com a história e com a cultura de Espanha, mas é também uma forma de se conectar consigo mesmo(a).

O que nossos clientes dizem.

Manuel

"Inolvidable. No hay palabras para describir esta experiencia. Llevábamos tiempo con la ilusión de hacer el camino de Santiago y no hemos podido elegir mejor. Recomiendo a cualquier persona que tenga pensado peregrinar a Santiago, que contacte con Tu Buen Camino. Se ocupan de que todo sea perfecto, se adaptan a tus necesidades y resuelven cualquier inconveniente que pueda surgir."

Javier

"Servicio de recojida y traslado al aeropuerto perfecto así com el traslado del equipaje de hospedaje en hospedaje. Muy buena experiencia en general."

Cristian

"Tu Buen Camino nos ha organizado el camino de Santiago y se han preocupado siempre por todo, han buscado las mejores opciones para nosotros y todo ha ido perfecto. Una agencia muy recomendable."

Ana Isabel

"Los alojamientos todos muy bien ubicados para el camino, cómodos, confortables y limpios. Los desayunos algunos excepcionales como en Sarria y Palas de Rei, otros correctos Portomarin y Arzúa y Santiago y el peor en Pedrouzo , que el establecimiento estaba alejado del alojamiento y el zumo no era natural y menos variedad."

Ricardo

"Ha sido una experiencia muy bonita y el que esté todo tan bien organizado y no tener que preocuparte de hacer reservar en hoteles o restaurantes te da mucha tranquilidad y te hace disfrutar mucho más de todo. Muchas gracias."

Ana

"La atención recibida ha sido perfecta. Encantada con los alojamientos y servicios, todo muy bien organizado. Ha sido una experiencia inolvidable, me decidí a realizar el camino sola y vuestro apoyo ha sido fundamental. Como mejora creo que seria positivo un reparto mas equitativo de las etapas."

Vanesa

"Encantada de haberlo organizado todo con tu buen camino, los alojamientos preciosos y las maletas siempre en los alojamientos al llegar,son muy resolutivos a la hora de resolver cualquier problema o duda,repetiremos."

Tubuencamino nos meios

Receba GRÁTIS
nosso guia rodoviário

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail o nosso guia do Caminho de Santiago

Ao inscrever-me aceito receber no meu e-mail o guia do caminho em formato PDF, assim como informação sobre rotas para fazer o caminho.

Acceso clientes